Psicologia das Cores

voltar atrás

Psicologia das Cores

Conhecemos muito mais sentimentos do que cores. Por isso, cada cor pode produzir sentimentos diferentes, e às vezes contraditórios.

O que é a Psicologia das Cores?

 

É um estudo sobre a capacidade que o nosso cérebro tem de identificar uma cor e transformá-la numa sensação ou sentimento.

Quando falamos em persuasão, falamos em emoção. E as cores têm a capacidade de definir o nosso humor, as nossas emoções e até mesmo os nossos desejos. Na área do Marketing e da Publicidade onde todos os detalhes são pensados ao pormenor de forma a causar o impacto pretendido no consumidor, as cores não são exceção. Todas as cores são pensadas e testadas de acordo com a emoção que cada marca pretende despertar nos seus consumidores.

 

 

Sabe quais as características utilizadas na Psicologia das Cores?

 

Segundo a socióloga alemã Eva Heller, para  alguns dos nossos padrões no que diz respeito à perceção das cores estão gravados no nosso “hardware mental”, outros são provenientes do meio ambiente que nos rodeia, e alguns são construções culturais que tendem a variar através dos tempos, das culturas e das pessoas.

 

Temperatura: Segundo a Psicologia, as cores quentes têm o poder de nos transmitir a sensação de energia, atividade e entusiasmo; enquanto que as cores frias nos transmitem sensações relacionadas com a racionalidade, a tranquilidade e o profissionalismo. 

Emoção: como já referido as cores têm a capacidade de despertar emoções no ser humano, conseguindo mesmo influenciar o nosso estado de espírito e humor.

Simbolismo: cada um de nós perceciona uma cor de forma diferente; as cores estão ligadas às nossas experiências de vida. Um exemplo disso é a capacidade que uma cor tem de despertar vários sentimentos e diferentes emoções numa mesma pessoa, pois ao longo da nossa vida podemos percecionar a mesma cor de maneiras diferentes. 

Dimensão: dependendo da cor temos a capacidade de percecionar a dimensão de um objeto ou ambiente de forma diferente. No entanto o tamanho é o mesmo.

Peso: um objeto também pode parecer mais leve ou mais pesado conforme a sua cor.

Iluminação: um objeto ou ambiente pode parecer mais iluminado ou mais escuro dependendo da cor utilizada. As cores têm variações diferentes ao absorverem a luz.

Recordação: assim como os cheiros, as cores também podem estar associadas a momentos específicos da nossa vida, tendo a capacidade de nos remeter para uma recordação do passado.

 

A Psicologia das cores reconhece oito emoções primárias, e cada uma das emoções é representada por uma cor que desempenha assim um papel de influência no comportamento do ser humano.

  • Raiva;
  • Medo;
  • Tristeza;
  • Nojo;
  • Surpresa;
  • Curiosidade;
  • Aceitação;
  • Alegria;

 

De acordo com a interpretação dada pela Psicologia, as cores quentes tendem a transmitir a sensação de energia, atividade e entusiasmo. Enquanto que as cores frias estão relacionadas com a racionalidade, a tranquilidade e o profissionalismo.

As cores têm o poder de estimular o nosso cérebro de formas diferentes. E todas têm um significado próprio.

 

Mas afinal qual é o significado das cores?

 

O Azul:

Sensação de calma, serenidade e tranquilidade. Esta cor produz poucos estímulos, o que significa que tem o poder de aumentar a produtividade, sendo comum utilizá-la em ambientes corporativos pois ela representa profissionalismo, estabilidade e segurança. Ao contrário da cor vermelho, o azul tem a capacidade de ajudar a diminuir a pressão cardíaca.

Sentimentos:

Harmonia;

Confiança;

Seriedade;

 

O Laranja:

Sensação de movimento, excitação, entusiasmo e desejo de ação. Esta cor combina o físico com o emocional, é agradavelmente estimulante e reativa. Remete-nos para sabores agradáveis, infância, e quando utilizada em tons mais escuros sugere estabilidade.

Sentimentos:

Transformação;

Sociabilidade;

Segurança;

 

O Amarelo:

Sensação de dinamismo, estímulo, conforto e felicidade. É a cor associada ao otimismo, à confiança e à energia, tendo a capacidade de estimular a concentração e o intelecto. 

Sentimentos:

Sabedoria;

Otimismo;

Alegria;

 

O verde:

Sensação de equilíbrio, natureza, paz e saúde. Esta cor representa a estabilidade e a possibilidade, tem um efeito calmante e a capacidade de ajudar a alivar o stress.

Sentimentos:

Perseverança;

Sorte;

Equilíbrio;

 

O Branco:

Sensação de limpeza, pureza, simplicidade e honestidade. É a cor da inocência, a cor do bem.

Sentimentos:

Transparência;

Paz;

Leveza;

 

Curiosidade. Sabia que cores estimulantes como o laranja e o amarelo podem redirecioná-lo para a tarefa que tem em mãos caso seja uma pessoa que se distrai facilmente?

 

Inspirados pelo tema da Psicologia das cores criamos uma surpresa para si. Campanha da nova estação!

Através da junção das cores amarelo e verde, pretendemos ajudá-lo a elevar a sua autoestima através da sabedoria e estímulo do intelecto. A estes sentimentos adicionamos a perseverança, acompanhada de um pouco de sorte e segurança.

Estes sentimentos combinados traduzem-se em todas as possibilidades a nível profissional que as nossas ofertas formativas lhe proporcionam. Já escolheu a sua?

Aproveite a nossa campanha da nova estação e usufrua de descontos até 20% de desconto em mais de 15 áreas de atuação.

 

 

Aviso! Ao navegar no nosso site estará a consentir a utilização de cookies para uma melhor experiência de utilização.

Conheça as nossas Políticas de Privacidade e Cookies aqui.