A Carregar...
Por favor aguarde...

Francisco Queiroz

Doutor em História da Arte pela Universidade do Porto, é investigador do ARTIS - Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e colaborador do CEPESE - Centro de Estudos da População, Economia e Sociedade (Universidade do Porto), onde em 2014 concluiu os seus trabalhos de Pós-doutoramento. No CEPESE, foi durante alguns anos Coordenador Adjunto do Grupo de Investigação "Património, Cultura e Turismo". Reconhecido como o maior especialista português sobre Arte Tumular do Século XIX e uma referência no estudo da azulejaria de fachada ou das artes do ferro, tem ministrado vários cursos livres de formação avançada, alguns dos quais pioneiros em Portugal. Entre 2000 e 2015 lecionou História da Arquitetura e Urbanismo, História do Urbanismo em Portugal, e alguns módulos sobre Reabilitação, no Mestrado Integrado em Arquitetura da Escola Superior Artística do Porto. Foi ainda Coordenador da Secção Autónoma de Teoria e História da referida instituição. Francisco Queiroz tem também feito pesquisa sobre Genealogia e História da Família, sendo membro da Associação Portuguesa de Genealogia e coautor do único manual sobre o assunto à venda no nosso país. É ainda grafólogo e autor do livro "Introdução à Psicologia da Escrita", o qual teve já duas edições. Lecionou cursos livres e seminários nessa área, não só na Faculdade de Letras do Porto, mas também pontualmente na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação de Coimbra, no Instituto Politécnico de Tomar, no ISLA de Leiria, no Instituto Superior de Ciências da Saúde – Norte (CESPU), na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada e em alguns centros de formação contínua de professores. Além de ser o mais experiente formador português na área da Psicologia da Escrita, tendo começado em 1994, Francisco Queiroz é ainda Perito de Escrita Manual desde 2001, no CEPSIES - Centro de Estudos de Psicologia da Escrita, que fundou em 1997. Foi correspondente em Portugal dos periódicos especializados "Scrittura", "Attualitá Grafologica", "Gramma" e "Boletin de la Agrupación de Grafoanalistas Consultivos de España", do qual foi também Conselheiro Técnico.