A Carregar...
Por favor aguarde...

CRIAP: Entidade Certificada DGERT

4 NOV 2016

Exija o melhor, opte por formação certificada. A oferta formativa do Instituto CRIAP está certificada pela DGERT, um sistema de certificação de entidades formadoras que garante a qualidade do Sistema Nacional de Qualificações em Portugal.

 

Ser uma entidade formadora certificada significa que os seus procedimentos e práticas estão de acordo com um referencial de qualidade específico para a formação. Além disso, a formação promovida só é considerada certificada, nos termos do Sistema Nacional de Qualificações, se for desenvolvida por entidade formadora certificada. 
(DGERT, 2016).

 

Imagem Blog: 5a86d2cdf36f2-540x380.png

 

 

O processo de certificação passa por duas etapas fundamentais, a certificação inicial e a manutenção dessa certificação. A entidade reguladora assegura-se de que todas as regras estão a ser cumpridas e que a entidade formadora mantém os níveis de qualidade e cumpre os princípios legais estabelecidos. Para tal, atua em conformidade a Direção de Serviços de Qualidade e Acreditação (DSQA) que constitui uma unidade orgânica nuclear da Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) com competência específica de gestão do Sistema de Certificação de Entidades Formadoras.

Os requisitos de certificação são condições obrigatórias que atestam a qualidade das práticas adotadas pela entidade formadora que presta serviços de formação. Estes requisitos aplicam-se a todas as entidades que solicitem certificação e às entidades certificadas para que esse reconhecimento se mantenha. Segundo a DSQA, os indicadores de desempenho vão sendo avaliados com recurso a diversas auditorias para que nenhuma das normas seja descurada. Há uma avaliação técnica constante. Esta avaliação é assegurada por via da análise técnica aquando do pedido de certificação e em momentos de auditoria à entidade formadora. A observação de incumprimento dos requisitos pode determinar o indeferimento do pedido de certificação ou a revogação total ou parcial da certificação.

“A certificação da entidade formadora significa um reconhecimento externo da qualidade da sua prestação de serviços de formação, concedido por uma entidade isenta. Desse reconhecimento decorrem um conjunto de responsabilidades e obrigações para com os seus formandos, formadores, clientes e outros agentes envolvidos.” (DGERT, 2016). Assim, importa que exista um acompanhamento constante às necessidades dos formadores e formandos, que se garanta a existência de recursos humanos qualificados, com competências técnicas e pedagógicas em conformidade com o respetivo público-alvo.

 

 

 

Conheça a certificação, acreditação e reconhecimentos do Instituto CRIAP.

 

A equipa que cria,
CRIAP

 

PARTILHE ESTE ARTIGO: